Menu
Escolha uma Página
Aterramento de Subestações

O projeto de aterramento deve garantir níveis de curto-circuito fase-terra seguros o suficiente para permitir a atuação da proteção da retaguarda, assim como garantir os potenciais de passo e toque suportáveis, o que pode ser obtido por uma geometria de malha de aterramento compatível com a resistividade do solo local. Convém ressaltar que baixas resistências de aterramento não garantem um projeto seguro e que altas resistências de aterramento não significam um projeto inseguro, conforme prescreve a NBR15751 e a IEEE80.

A execução de todo o aterramento da subestação e dos equipamentos que a compõem, são realizados de forma a atender as exigências técnicas e normativas estabelecidas e vigentes. O tipo de condutor de aterramento que será aplicado a malha de terra pode ser: de cabo de cobre nu ou de aço cobreado, assim como a conexão a ser usada entre eles podem ser a solda exotérmica ou conector high ground, conforme especificação técnica a ser definida na memória de cálculo.

Fale Conosco

Aqui buscamos compreender suas necessidades!
Ficamos à disposição para ouvir suas dúvidas, reclamações e sugestões.
Pedimos por gentileza que deixe seus contatos para que possamos responder da melhor forma possível.

Endereço

Rua: Dias Velho, 267
Cep. 02735.040
Freguesia do Ó | São Paulo - SP

Telefone

(11) 2768-0800
(11) 2615-5106 

Expediente

Segunda - Sexta
8:00 – 17:00h

Sábado – Domingo
Fechado